20 agosto 2010

Sementes de Strelitzia nicolai

Enquanto passeava encontrei um exemplar de Strelitzia nicolai que estava repleto de sementes, então aproveitei para recolher algumas. Pelo que sei as sementes do género Strelitzia tem uma duração curta e perdem o seu poder germinativo em relativamente pouco tempo (6 meses mais ou menos) portanto já andei a pesquisar um pouco na net para saber mais sobre como semear e fazer germinar estas sementes para poder aproveita-las a todas =P

Flor de Strelitzia nicolai


A forma mais indicada para propagar a Strelitzia nicolai é através dos rebentos que nascem em torno da planta mãe, no entanto eu no meio da avenida não iria arrancar nenhum rebento à planta até porque as pessoas já olhavam de forma escandalosa apenas por eu estar a retirar as sementes.. Assim sendo irei tentar propaga-la através de sementes.. 
É claro que, uma planta destas propagada por sementes, provavelmente, só dará flor daqui a uns 10 anos. No entanto a planta em si já é bastante bonita e portanto a flor será apenas um bónus que surgira mais tarde.

Para começar devemos retirar a "penugem" laranja que envolve as sementes de forma parcial. Em seguida colocam-se em agua morna durante 3 ou 4 dias mais ou menos (mudando a agua todos os dias) e por fim vão para a terra. O substrato deverá manter-se sempre húmido, deve ser uma mistura de partes iguais com areão de rio e substrato universal e deve ser colocado num sitio quente e à sombra. A germinação pode demorar entre 1 mês ou ir até 1 ano, dependendo da humidade, temperatura, etc.

08 agosto 2010

Cucurbitáceas...

Algumas fotografias de cucurbitáceas, são é de Setembro do ano passado...












       




07 agosto 2010

Catalunha repudia “fiesta nacional” e proíbe touradas


Parlamento da Catalunha decidiu proibir as touradas a partir de Janeiro de 2012. Por 68 votos a favor, 55 contra e nove abstenções os deputados catalães aboliram as corridas de touros, culminando um processo iniciado em 11 de Novembro de 2008 quando o hemiciclo regional autorizou a tramitação de uma Iniciativa Legislativa Popular sustentada num abaixo-assinado com 180 mil assinaturas.

O“Os problemas da Catalunha já acabaram”, ironizavam no final da votação os defensores das touradas. “Continuaremos às portas das praças de touros porque a proibição só entra em vigor em 2012 e até que seja anulado todo e qualquer mau trato aos animais a Catalunha não será Europa”, anunciavam, por seu lado, os defensores da proibição. Para estes, terminavam quase dois anos de contestação às corridas de touros, depois de, em Abril de 2004, a Câmara de Barcelona ter aprovado uma recomendação pedindo o fim das touradas.

No entanto, para os triunfadores a vitória é parcial. A plataforma Prou! ganhou a proibição das touradas mas teve de admitir excepções específicas: as correbous e os bous embolats, largadas de touros muito populares na Catalunha, mantêm-se no calendário dos festejos.

Entre os parlamentares que votaram a favor da abolição está a grande maioria dos deputados nacionalistas, à excepção de sete eleitos da Convergência e União que se manifestaram contra e seis que se abstiveram. Também três parlamentares socialistas se juntaram aos abolicionistas, enquanto outros três se abstiveram.

Os votos contrários vieram da totalidade dos grupos do Partido Popular (PP), da plataforma Ciudadans e de 31 dos 37 deputados do Partido dos Socialistas da Catalunha.

Entre eles, José Montilla, presidente da Generalitat, o Governo regional catalão: “Votei contra porque acredito na liberdade, preferia que não tivesse sido uma imposição legal, pois a continuidade dos touros devia ser uma decisão tranquila dos cidadãos”, afirmou Montilla.

Defensores vão recorrer
Apesar da votação, nem tudo está decidido. Os defensores das corridas de touros anunciaram que vão interpor um recurso junto do Tribunal Constitucional.

Por outro lado, o PP já tem em agenda, para Setembro, a apresentação de moções nas Cortes espanholas – Parlamento e Senado – nas quais solicita ao Governo socialista de Rodríguez Zapatero que inicie os trâmites para que as corridas de touros sejam reconhecidas pela UNESCO como Património Cultural Imaterial da Humanidade. E daí, promover a sua manutenção e, portanto, anular as consequências da votação do Parlamento da Catalunha.

“Não se podem contrapor questões de identidade à liberdade dos cidadãos”, considerou Mariano Rajoy. O líder dos “populares” espanhóis referia-se ao facto de a proibição das touradas aparecer num contexto que pretende singularizar a Catalunha da prática da denominada “fiesta nacional”, como são apelidadas as corridas de touros em Espanha.

Fonte: Público

Mas que bem disposto fiquei ao ter conhecimento desta noticia... 

05 agosto 2010

BIG BANG BIG BOOM

Outra animação do BLU, deliciem-se...


04 agosto 2010

Parque de Monserrate - Sintra



O Parque de Monserrate, outrora quinta de pomares e culturas, existe como tal desde o séc. XVIII, quando Gerard DeVisme alugou a quinta à família Melo e Castro, sua proprietária. Desde então, todos os que se seguiram - William Beckford, a família Cook, o Estado Português e, finalmente, desde Setembro de 2000, a Parques de Sintra-Monte da Lua, S. A. - esforçaram-se por criar um maravilhoso jardim botânico, ímpar nas suas características.




Crucial no seu desenvolvimento esteve o que se viria a tornar o 1º Visconde de Monserrate, Francis Cook. Juntamente com o pintor paisagista William Stockdale, o botânico William Nevill e o mestre jardineiro James Burt, criaram-se cenários contrastantes que se sucedem ao longo de caminhos sinuosos por entre ruínas, recantos, cascatas e lagos, sugerindo, através de uma aparente desordem, o domínio da Natureza sobre o Homem. Assim, e contando sempre com a presença de espécies espontâneas de Portugal (medronheiros, azevinhos, sobreiros, entre outros), organiza o jardim com colecções de plantas de espécies oriundas dos cinco continentes, propondo-nos um passeio pelo mundo: fetos e metrosíderos evocam a Austrália; agaves, palmeiras e yucas recriam um cenário do México; rododendros, azáleas, bambus para o jardim do Japão. No total contabilizaram-se mais de duas mil e quinhentas espécies!

Mais informações sobre o parque (assim como preços, horários, etc.) Aqui!