04 agosto 2010

Parque de Monserrate - Sintra



O Parque de Monserrate, outrora quinta de pomares e culturas, existe como tal desde o séc. XVIII, quando Gerard DeVisme alugou a quinta à família Melo e Castro, sua proprietária. Desde então, todos os que se seguiram - William Beckford, a família Cook, o Estado Português e, finalmente, desde Setembro de 2000, a Parques de Sintra-Monte da Lua, S. A. - esforçaram-se por criar um maravilhoso jardim botânico, ímpar nas suas características.




Crucial no seu desenvolvimento esteve o que se viria a tornar o 1º Visconde de Monserrate, Francis Cook. Juntamente com o pintor paisagista William Stockdale, o botânico William Nevill e o mestre jardineiro James Burt, criaram-se cenários contrastantes que se sucedem ao longo de caminhos sinuosos por entre ruínas, recantos, cascatas e lagos, sugerindo, através de uma aparente desordem, o domínio da Natureza sobre o Homem. Assim, e contando sempre com a presença de espécies espontâneas de Portugal (medronheiros, azevinhos, sobreiros, entre outros), organiza o jardim com colecções de plantas de espécies oriundas dos cinco continentes, propondo-nos um passeio pelo mundo: fetos e metrosíderos evocam a Austrália; agaves, palmeiras e yucas recriam um cenário do México; rododendros, azáleas, bambus para o jardim do Japão. No total contabilizaram-se mais de duas mil e quinhentas espécies!

Mais informações sobre o parque (assim como preços, horários, etc.) Aqui!


























3 comentários:

  1. Belíssimo post. Ainda bem que alguém vai divulgando estas maravilhas, e que infelizmente, na maior parte das vezes são tão ignoradas pelos portugueses.

    ResponderEliminar
  2. Sim, é um sitio muito bonito, já o visitei e mais que uma vez!
    Boas fotos!
    Abraço ;)

    ResponderEliminar
  3. Olá. É sempre um alento saber que ainda há pessoas que têm interesse pela Natureza e pela sua preservação.
    Sou descendente de Burt, o mestre que plantou o Parque de Monserrate. O seu nome completo: Francis George Burt.
    Obrigada.
    Abraço,

    guida burt

    ResponderEliminar