06 janeiro 2011

Escola Primária na Dinamarca

O estúdio Bjarke Ingels Group apresentou o seu mais recente projecto, uma escola primária a ser construída na cidade de Asminderod, na Dinamarca. 



Uma encosta ondulada intocada serve como pano de fundo para as futuras instalações da instituição de ensino, tanto das suas salas de aula, como dos espaços dedicados às actividades ao ar livre.


Além de permitir a entrada de luz natural em todos os ambientes, a solução preserva as características do terreno e cumpre com a missão da escola - educar com respeito à natureza.


O arquitecto líder do BIG, o dinamarquês Bjarke Ingels venceu o European Prize for Architecture de 2010, prêmio concedido anualmente pelo European Centre for Architecture Art Design and Urban Studies e pelo The Chicago Athenaeum: Museum of Architecture and Design.

Com apenas 38 anos de idade, Ingels é considerado o principal representante de uma nova geração de arquitectos europeus por realizar projetos que conciliam sustentabilidade e formas surpreendentes. 

O projecto mais celebrado do BIG é um conjunto de 800 apartamentos chamado Mountain Dwellings, concluído no ano de 2008 em Copenhague, cuja solução de teto-verde é copiada em todo mundo.


5 comentários:

  1. Outra ideia fantástica.
    Adoro estas casas assim diferentes e sem estragar a paisagem nem o ambiente...
    Estas fazem-me lembrar o Sr dos aneis.
    bjs eugenia

    ResponderEliminar
  2. Absolutamente fantástica a forma de concepção e integração dos edifícios na paisagem.
    À parte isso, todos sabemos o quanto os dinamarqueses se preocupam com a qualidade do ensino no seu país.
    Pena que cá não sigam tais exemplos !
    Obrigada por partilhar.

    ResponderEliminar
  3. Ó Jolly Isaiah...
    Só agora que te cliquei é que percebi quem eras... LOL
    Silly me.

    Se comprares as bagas, sei de fonte seguríssima, que podes colocar algumas de molho para re-hidratar e depois dás um golpe e retiras as sementes *tem bué delas*.
    A partir daí... Hajam vasos!!
    Beijocas

    ResponderEliminar
  4. Fabuloso! Tal qual as nossas escolas primárias, apesar de nos últimos anos terem melhorado...
    Sónia

    ResponderEliminar
  5. Extraordinário!
    Se ao menos tivessem destas ideias por cá...

    ResponderEliminar